Justiça

ACM Neto acusa Aladilce de calúnia e difamação; TJ-BA marca audiência para 2020

[ACM Neto acusa Aladilce de calúnia e difamação; TJ-BA marca audiência para 2020]
Por: Arquivo BNews Por: Victor Pinto e Yasmin Garrido 0comentários

O prefeito ACM Neto entrou com queixa-crime contra a vereadora Aladilce Souza, acusando a parlamentar de ter cometido crimes de calúnia e difamação ao publicar conteúdo sobre ele em uma rede social. A denúncia foi acolhida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), dando lugar a uma ação penal que tramita na 4ª Vara Criminal de Salvador.

De acordo com a peça inicial, Aladilce publicou no Facebook imagem de Neto e afirmou que foram desviados R$ 10 milhões da saúde municipal. Na mesma postagem, segundo ele, a vereadora disse que havia um esquema de corrupção na Prefeitura de Salvador.

“Corrupção na prefeitura de Salvador (8 milhões em contratos superfaturados na Sec. De Saúde; 2 milhões em contratações fictícias; 3 unidades de saúde afetadas; 10 mandados de busca e apreensão pela Polícia Federal; 0 pronunciamento do prefeito), acrescentando a seguinte indagação: “ACM NETO, CADÊ OS 10 MILHÕES DESVIADOS DA SAÚDE? #netocadêodinheirodasaúde”, dizia publicação da vereadora.

A defesa do prefeito alegou que a acusação atingiu, “de forma avassaladora, a honra externa do querelante, com animus caluniandi e difamandi, em flagrante abusividade, uma vez que não se restringe a narrar possíveis fatos considerados delituosos, mas extrapolando ao acusar diretamente o querelante de perpetrar atos de corrupção sem nenhum fundamento, imputando-lhe, falsamente, crimes, de modo a desqualificar o debate político”.

O juiz Anderson de Souza Bastos, da 4ª Vara Criminal, agendou, a pedido do MP-BA, audiência de conciliação para 9 de março de 2020. A equipe do BNews tentou contato com a vereadora Aladilce Souza no início da tarde desta terça-feira (3), mas não obteve retorno até o fechamento da matéria.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas