Justiça

Desembargadora desiste de concorrer à presidência do TJ-BA

[Desembargadora desiste de concorrer à presidência do TJ-BA]
Por: Divulgação TJ-BA Por: Yasmin Garrido 0comentários

A desembargadora Rosita Falcão de Almeida Maia, que era uma das candidatas à presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) nesta quarta-feira (4), anunciou a desistência de concorrer ao pleito. O anúncio foi feito mesmo a disputa já tendo sido iniciada. Com isso, automaticamente, obedecendo ao critério de antiguidade, a desembargadora Nágila Maria Sales Brito.

No entanto, após a saída dos desembargadores José Olégario Monção Caldas e Maria da Graça Osório Pimentel Leal, afastados por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no âmbito da Operação Faroeste, e proibidos, nesta terça (3), pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de disputar as eleições, os favoritos para a disputa são Lourival Almeida Trindade e Cynthia Maria Pina Resende. 

Além do presidente, serão eleitos nesta quarta-feira os 1º e 2º Vice-Presidentes, o Corregedor Geral de Justiça e o Corregedor das Comarcas do Interior. Os resultados estão previstos para serem divulgados no início desta tarde.

As eleições acontecerem, mesmo em meio aos rumores de que uma nova fase da Operação Faroeste pode surpreender do TJ-BA a qualquer momento. Segundo fontes do BNews, a expectativa é que, até quinta-feira (5), novos mandados sejam cumpridos entre magistrados do tribunal.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas