Justiça

Faroeste: Defesa da desembargadora Maria da Graça Osório nega delação premiada

[Faroeste: Defesa da desembargadora Maria da Graça Osório nega delação premiada]
10 de Junho de 2021 às 20:26 Por: Ascom/CMS Por: Redação BNews

A defesa técnica da desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal negou nesta quinta-feira (10), através de uma nota encaminhada à imprensa, que "não houve, não há e nem haverá delação premiada" com o Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Faroeste. A defesa se disse "perplexa e absolutamente surpreendida" pelo que foi divulgado pelos veículos de comunicação. 

"A Desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal não fez e nem fará qualquer acordo de delação premiada, haja vista que não cometeu crime algum, não havendo, assim, absolutamente nada a delatar", disse.

Ainda de acordo com a nota, "a defesa optou por desistir das testemunhas considerando a fragilidade da acusação, considerando que não foram reunidas provas pela acusação, considerando que a demora do processo já é uma pena para uma ré inocente.  Não há, nem da desembargadora nem de seus defensores, qualquer contato para realizar a delação premiada, notícia despudoradamente propalada sem um soslaio de verdade.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar