Política

Ministra do STF encaminha à PGR notícia-crime contra Bolsonaro por suposta prevaricação

[Ministra do STF encaminha à PGR notícia-crime contra Bolsonaro por suposta prevaricação]
29 de Junho de 2021 às 08:49 Por: Reprodução/Rosinei Coutinho/SCO/STF Por: Redação BNews

A ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) a notícia-crime protocolada por senadores da CPI da Pandemia, que solicitam a abertura de um  inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por suposta prevaricação no caso envolvendo a compra da vacina Covaxin. 

As informações são do jornal Estado de São Paulo. Weber foi escolhida, por sorteio, para assumir a relatoria do caso no Supremo. A peça foi protocolada pelo vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede), na última segunda-feira (28).

O documento também é assinado pelos senadores Fabiano Contarato (Rede) e Jorge Kajuru (Podemos), também pede que o presidente responda em 48 horas se foi comunicado das denúncias citadas pelos irmãos Miranda durante a sessão da última sexta-feira (25) de CPI.

Durante oitiva ao colegiado, o deputado Luis Miranda (DEM) e seu irmão, Luis Ricardo, servidor de carreira do Ministério da Saúde, disseram ter alertado Bolsonaro sobre supostas irregularidades na compra da vacina indiana.

De acordo com a lei, se comunicado, Bolsonaro teria de ter pedido a abertura de investigação ao ouvir as suspeitas, sob pena de cometer crime de prevaricação. Agora, a manifestação sobre a notícia-crime cabe ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar