Meio Ambiente

Forte incêndio atinge o Vale do Capão, na Chapada Diamantina

Foto: Charles Santana

Há quatro dias, brigadistas voluntários trabalham até na madrugada

Publicado em 10/01/2013, às 11h42    Foto: Charles Santana    Redação Bocão News

Há quatro dias um grande incêndio atinge a região do Vale do Capão, na Chapada Diamantina. Os locais mais atingidos, segundo moradores e brigadistas, são as regiões do município de Palmeiras e as vizinhanças do vale, nos Gerais do Morrão, a nascente do Riachinho e a Serra dos Cristais. 
Um pequeno contingente de cerca de 30 brigadistas voluntários luta diariamente contra a propagação das chamas. Moradores afirmam que o trabalho realizado diuturnamente impede que as chamas atinjam as comunidades e que falta recursos para que o fogo continue a ser combatido. Com a seca que atinge a região e os fortes ventos, a cada nascer do sol o fogo volta a se espalhar com velocidade.
De acordo com nota oficial emitida pela Brigada Voluntária do Vale do Capão, as comunidades do entorno da região que arde em chamas está ameaçada com o avanço do fogo e que pelo menos o equivalente a 500 campos de futebol já foi consumido pelo fogo. Além disso, o manancial hídrico também está sendo atingido. 
De acordo com a moradora Maria Eugênia Mendez, o combate ao incêndio dura todo o dia e boa parte da madrugada. Os brigadistas abandonam postos de trabalho e família para ajudar no trabalho e agora solicitam ajuda financeira ou de matérias específicos para auxiliar na manutenção dos trabalhos. “Somos carentes de recursos para o combate ao fogo, desde equipamentos como máscaras, bombas de água, abafadores, roupas e até material de cozinha, sem falar nos recursos financeiros. Todos estes dias houve despesas com o mercado, quitanda, açougue, farmácia entre outros”.
A moradora destaca o esforço da comunidade e conta que houve pouco descanso por parte dos que se aventuraram a defender o Vale do Capão do fogo nos últimos dias. “Quase todos são guias e outros trabalhadores que estão deixando tudo por muito amor à natureza e também por não terem outra opção, pois caso contrário o fogo já teria chegado até varias casas. Neste momento o fogo está se encaminhando para a nascente do 21, para a trilha da Fumaça, Lagoa dos Patos”, descreveu.
A Associação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC) divulgou uma conta de banco em nome de Maria Eugênia onde todos os apoiadores podem enviar recursos para ajudar na compra de material que ajudará no trabalho dos brigadistas.
Banco Bradesco
Agência: 1087
Conta Poupança: 1001041-1
Maria Eugênia Pardo Mendez

Classificação Indicativa: Livre