BNews Nordeste

Após cair de prédio em Salvador, mulher realiza vaquinha para tentar voltar a cidade natal; saiba mais

Reprodução/TV Bahia
Mulher teve fraturas pelo corpo além de dedos do pé quebrados  |   Bnews - Divulgação Reprodução/TV Bahia
Luiz Guilherme

por Luiz Guilherme

[email protected]

Publicado em 14/06/2024, às 15h24 - Atualizado às 15h29



Natural de Alagoas, Hilda Francine Almeida está realizando uma 'vaquinha' para tentar retornar a sua terra natal, após sobreviver a queda de um prédio em Salvador.

Aos 29 anos, a mulher revelou ter perdido um bebê durante a queda, além de ter seus dedos do pé esquerdo quebrados, resultantes da queda do quinto andar de um edifício na Avenida Paralela.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

Além disso, ela também acusa Igor da Costa, de 39 anos, de realizar agressões contra ela, a fazendo pular do apartamento onde estavam. Ao jornal Correio da Bahia, Hilda detalhou que as lesões sofridas após o acidente a impossibilitam de caminhar e realizar longas viajens.

"Eu tive fraturas na coluna, na bacia e na perna esquerda, além de todos os meus dedos do pé esquerdo terem quebrado. Estou com 22 pontos na testa e quebrei um osso do bumbum", contou.

Quem desejar contribuir com o valor da passagem de Hilda para Maceió, pode colaborar através do PIX ([email protected]).

Eu não posso me mexer, não posso fazer. Estou como um bebê. Estou sem dormir e sem comer, minha digestão não funciona. Onde estou a situação é precária porque foi o único lugar que minha família pode falar. Quero voltar para casa, ir para perto da minha família em Maceió", detalhou Hilda.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp