BNews Nordeste

PM preso por encostar parte íntima em mulher alegou ter 'esbarrado sem querer' na jovem

Reprodução/ Vídeo

Vale lembrar que após o flagrante, a Justiça determinou a soltura do PM após pagamento de fiança

Publicado em 29/03/2022, às 23h51    Reprodução/ Vídeo    Redação BNews

A versão que o cabo da Polícia Militar da Paraíba deu ao ser preso, após encostar a parte íntima em uma mulher que fazia compras no Ceará, foi de que o fez sem querer, pois teria esbarrado na vítima sem intenção de importuná-la sexualmente. A alegação está no documento do Ministério Público, em que o órgão se manifestou a favor da prisão em flagrante do policial.

Leia também:

Vale lembrar que após o flagrante, a Justiça determinou a soltura do policial, por meio do pagamento de fiança de 10 salários mínimos (R$ 12.120), além do cumprimento de medidas como:

  • comparecimento mensal em juízo;
  • proibição de frequentar bares, serestas, casas noturnas, e estabelecimentos congêneres, bem como de se apresentar embriagado em locais públicos;
  • recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga;
  • proibição de aproximar-se (distância mínima de 250 metros) e manter contato com a vítima.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre