Polícia

Clima tenso toma conta do Bairro da Paz

Briga entre facções rivais provoca pânico nos moradores

Publicado em 11/10/2011, às 08h01        Alessandro Isabel

A noite de domingo (09) foi marcada por atentados e ações criminosas no Bairro da Paz, região da Av. Paralela, em Salvador.  Após incendiar casas de moradores, cinco homens arrombaram e saquearam uma loja de confecções na Rua da Resistência.

De acordo com a proprietária do estabelecimento, que preferiu não ter a identidade revelada, o prejuízo passa dos R$ 30 mil. A vítima informou que tem medo de sofrer retaliação por parte dos autores do crime. “Prefiro que o nome do meu estabelecimento não seja divulgado, e não quero falar sobre o assunto”, disse bastante nervosa.

Segundo informações dos peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), que estiveram no local, os bandidos arrombaram o estabelecimento comercial com um objeto que não foi encontrado, deixando o local completamente destruído.

Atentados - Os moradores do Bairro da Paz vivem um clima de tensão após traficantes do Alto do Coqueirinho, em Itapuã, tentar tomar a boca de fumo dominada por bandidos da localidade. Na noite de domingo, um homem morreu após trocar tiros com policiais da Rondas Especiais Atlântico (Rondesp). Uma outra pessoa foi executada por traficantes também do Coqueirinho. Os dois chegaram a ser encaminhados com vida para o Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, mas não resistiram aos ferimentos.

Segundo informações de um agente da 12ª Delegacia (Itapuã), a ação dos bandidos tem relação direta com a prisão de Roberto Santos, 29 anos, mais conhecido como "Beto" ou "Betão", líder do tráfico de drogas no Bairro da Paz. "Com a prisão de "Betão" o bairro ficou sem líder. Isso tem provocado uma briga entre traficantes de facções do Alto do Coqueirinho e Bairro da Paz, por isso esse clima tenso na localidade".

"Betão" foi preso em novembro de 2010 e é apontado como o 'braço direito' do também traficante Genílson Lino da Silva, o Perna, transferido durante a Operação Big Bang, para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná.

De acordo com o Comandante da 15ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Itapuã) as ações serão itensificadas nas localidades. "Estamos com equipes permanentes rondando a área. Na noite de domingo um bandido morreu em confronto com a equipe da Rondesp, e o trabalho vai continuar".

Policiais militares da 15ª CIPM, da Rondesp Atlântico e 12ª Delegacia realizam rondas no Bairro da Paz, Alto do Coqueirinho e Km 17 para tentar prender os acusados que continuam aterrorizando os moradores.

Foto: Gilberto Júnior // Bocão News

Classificação Indicativa: Livre