Polícia

Operação desativa laboratório de drogas na Engomadeira

Imagem Operação desativa laboratório de drogas na Engomadeira

A ação prossegue no fim de semana, para cumprimento de 21 mandados

Publicado em 21/10/2011, às 11h02        Redação Bocão News

Um laboratório improvisado de manipulação de drogas, instalado num imóvel na Rua São Tomé, na Engomadeira, foi desativado nesta sexta-feira (21) durante mais uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, destinada a combater a atuação de traficantes, bem como inibir os crimes de homicídios naquele bairro e nas comunidades de Narandiba e Tancredo Neves. A Operação Iguana prossegue no fim de semana, para cumprimento de 21 mandados de busca e apreensão e também de prisão, expedidos pela Primeira Vara de Tóxicos de Salvador.

Sob a coordenação do Departamento de Narcóticos (Denarc) e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), 20 equipes da Polícia Civil e 18 da PM, totalizando 180 policiais, iniciaram a operação na madrugada de hoje (21), em Narandiba.  Os policiais foram cumprir, naquele bairro, mandados de prisão contra traficantes, entre eles Rodrigo Miranda Gomes, o “Laspeu”, que resistiu à prisão.

Alvejado no confronto, “Laspeu” foi socorrido ao Hospital Roberto Santos, no Cabula, onde morreu. Com o traficante, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com numeração ilegível, municiado com cinco cartuchos - um intacto e quatro deflagrados -, 34 pedras de crack, certa quantidade de maconha e R$ 337,00 em cédulas de baixo valor. O dinheiro, segundo avaliação dos policiais, é oriundo da venda de drogas.

Nas primeiras horas da manhã de hoje, os investigadores do Denarc, do DHPP e os policiais militares encontraram o laboratório improvisado na Engomadeira, cujos responsáveis pela manipulação de drogas no local estão sendo procurados. Ali havia cinco balanças de precisão, um prato e duas panelas com vestígios de drogas, fogão, botijão, quatro serras, três pacotes de lâminas, duas luvas cirúrgicas, dez raladores, além de diversas embalagens plásticas. Todo o material apreendido será periciado.

Classificação Indicativa: Livre