Polícia

Ioná fica com o cargo

A petista conseguiu liminar para se manter na prefeitura até o julgamento

Publicado em 08/11/2010, às 18h12        Luiz Fernando Lima

O diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Raimundo Vieira confirmou a informação de que os advogados de Ioná Queiroz (PT) conseguiram uma liminar para devolver a ela a prefeitura de Camamu, ao menos, até que o processo seja julgado. Contudo, o diretor não soube afirmar se o recurso é válido até que os embargos sejam julgados pelo TRE ou até que o processo, que agora corre no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seja encerrado.

“Já quanto à aplicação da inelegibilidade está tudo resolvido. Caso a prefeita seja condenada, ela não poderá concorrer a cargo eletivo pelos próximos oito anos”, revelou.

A petista é acusada de compra de votos nas eleições municipais de 2008.

Classificação Indicativa: Livre