Polícia

Rui defende endurecimento de punição para homicidas: "Deveria ser um crime com pena a ser cumprida de forma exemplar"

Dinaldo Silva / BNews

Apesar da crítica, o governador não opinou sobre o tipo de mudança que julga necessário ser feita. Declaração foi feita durante cerimônia de entrega de 49 novas viaturas para a Polícia Militar da Bahia, no pátio da SSP

Publicado em 27/09/2021, às 10h59    Dinaldo Silva / BNews    João Brandão e Marcos Maia

O governador Rui Costa (PT) voltou a defender na manhã desta segunda-feira (27) que a lei que pune homicídios no Brasil seja alterada para viabilizar uma "punição exemplar" a quem cometer este tipo de crime.

"Nenhum ser humano tem o direito de tirar a vida do outro. Na minha opinião, deveria ser um crime com pena a ser cumprida de forma exemplar. Hoje, na minha opinião, não é isso que acontece", disse.

A declaração foi feita durante cerimônia de entrega de 49 novas viaturas para a Polícia Militar da Bahia, no pátio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Salvador. Aproximadamente R$6,7 milhões foram empregados na aquisição dos automóveis.

Atualmente, o artigo 121 do Código Penal determina pena de seis a vinte anos de reclusão para um cidadão que mate alguém. O dispositivo também fixa uma série de atenuantes para diminuição da pena - a depender das circunstâncias nas quais o delito foi cometido.

Apesar da crítica, o governador não opinou sobre o tipo de mudança que julga necessária ser feita. “Aqueles que são condenados a homicídio - muitas vezes réu confesso - com poucos anos essas pessoas estão tendo algum tipo de liberdade. Acho que isso não é exemplar", continuou. 

Acrescentou ainda que o ser humano reproduz condutas a partir do exemplo. Na avaliação de Rui, no Brasil, há um “glamour” construído em torno de práticas criminosas. 

"O criminosos aparece centenas de vezes na televisão e é vista como se fosse uma personalidade. Um pop star que dá entrevistas em noticiários de grande audiência, em rádios. Vira ídolo de crianças e adolescentes", opina.

Ele ponderou que a notícia precisa ser veiculada pelas instituições de imprensa, os crimes precisam ser reportados, mas sem buscar "rentabilizar programas para a exibição exaustiva dos criminosos, tornando-os ídolos". 

Leia também

Rui Costa anuncia convocação de 1.700 PMs e realização de novo concurso da Polícia Civil

Rui Costa anuncia blindagem de todas as viaturas da Polícia Militar da Bahia

Classificação Indicativa: Livre