Polícia

Vizinha de Kesia Stefany ouviu gritos e viu homem arrastando mulher desacordada na noite do crime

Reprodução/Redes Sociais

Informações são de boletim de ocorrência registrado no último domingo (17)

Publicado em 20/10/2021, às 08h56    Reprodução/Redes Sociais    Redação BNews

A vizinha de Kesia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, morta pelo advogado criminalista José Luiz de Britto Meira Júnior, reportou a polícia que ouviu gritos vindos do apartamento da vítima. Meira, foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (17).

"Noticiante ouviu gritos de mulher vindo do partamento, acredita que sua vizinha esteja sendo agredida por seu marido. Visualizou através de olho mágico homem arrastando uma mulher desacordada. Salienta que existe um rastro de sangue no corredor. Visualizou um homem branco, escutou disparos de arma de fogo, acredita que mulher esteja baleada", narra boletim de ocorrência registrado no último domingo.

Também segundo o documento, a comunicante foi orientada a manter contato com samu sobre a situação. A partir daí uma guarnição se deslocou ao HGE onde foi constatado que um homem havia socorrido a mulher e fugido em Onix vermelho.

O relato também indica que dois moradores do condomínio escutaram barulhos vindos do "apartamento de baixo". Na época, eles acharam que seria um casal de amigos ao lado até ouvirem um disparo de arma de fogo.

Leia também

Irmã do advogado sustenta tese que confusão para desarmar Kesia gerou disparo acidental 

OAB-BA desiste de pedido de sigilo em caso do advogado acusado de matar namorada

OAB pede sigilo no caso do advogado acusado de matar namorada e alega "caráter midiático"

Advogado acusado de matar namorada no Rio Vermelho vai para prisão domiciliar

Classificação Indicativa: Livre