Polícia

Operação Céu Azul combate tráfico de drogas no Aeroporto

Imagem Operação Céu Azul combate tráfico de drogas no Aeroporto

Objetivo é identificar a presença de substâncias entorpecentes em bagagens ou outros compartimentos

Publicado em 18/01/2013, às 17h43        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

As polícias Civil (PC) e Federal (PF) deram início, na tarde desta sexta-feira (18), no Aeroporto Internacional Luiz Eduardo Magalhães, a uma série de operações de combate ao tráfico de drogas em Salvador. Batizada de “Operação Céu Azul”, o trabalho contará com o reforço de peritos técnicos e criminalistas do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e da própria PF. A ação no aeroporto integra um conjunto de iniciativas que se repetirão em diferentes pontos de acesso à capital, servindo também como treinamento do efetivo policial para a realização de grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.
A presença dos peritos na operação possibilita a imediata realização de exames para identificar a presença de substâncias entorpecentes em bagagens ou outros compartimentos. A emissão de laudos é instantânea. Os passageiros que embarcarem ou desembarcarem em voos domésticos e internacionais terão suas bagagens vistoriadas por policiais e quatro cães farejadores, do canil da Coordenadoria de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil, treinados para identificar drogas escondidas.
Segundo o diretor do Denarc, delegado Jorge Figueiredo, Salvador recebe muitos visitantes nesta época do ano, principalmente pela proximidade com o Carnaval, e ações como estas são consideradas positivas pelos turistas.          Figueiredo explicou ainda que a operação tem, principalmente, caráter preventivo. “O objetivo é deixar patente que estamos intensificando o combate ao narcotráfico para dificultar a ação dos traficantes que chegam com drogas de outras cidades e países”.
O delegado federal Marcelo Werner salientou que a vistoria não ficará restrita apenas às bagagens dos passageiros. “Ela também será estendida ao Terminal de Cargas do Aeroporto, que recebe e despacha toneladas de mercadorias todos os meses, além de áreas internas e externas”, ascrescentou. Ali, policiais, acompanhados dos cães treinados, farão as revistas. A Polícia Federal também estará checando a documentação dos turistas que chegam à cidade.
“Nas próximas semanas iremos estender o campo de atuação para rodovias estaduais, terminais rodoviários, sistema ferry boat e para a região da Linha Verde”, explicou Jorge Figueiredo. Nas operações, já previamente batizadas de “Mar Azul” e “Pista Limpa”, ônibus e veículos suspeitos serão abordados, bem como passageiros que utilizam o ferry.

Classificação Indicativa: Livre