Polícia

MT: juíza é morta a tiros dentro do próprio gabinete

Principal suspeito do crime é o ex-marido da juíza, que estava no cargo há um ano

Publicado em 07/06/2013, às 18h49        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Uma juíza que atua na cidade de Alto taquari, no sul do Mato Grosso, foi morta a tiros nesta sexta-feira (7) dentro do próprio gabinete. Glauciane Chaves de Melo recebeu três tiros na cabeça dentro do fórum e o principal suspeito do crime é o ex-marido, Evanderly de Oliveira.
Para tentar prender o assassino, o governo do estado enviou o Batalhão de Operações Especiais de Mato Grosso para persegui-lo em todo o estado, com ações de bloqueio de pistas eu dão acesso aos estados de Mato Grosso do Sul e Goiás, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Glauciane é mineira e era juíza na cidade há cerca de um ano. No último dia 21 de janeiro, ela dissolveu o contrato de união estável do casal, mas segundo informações dos parentes, desde 10 de dezembro do ano passado ela e Evanderly estavam separados. 

Classificação Indicativa: Livre