Polícia

Delegado revela que integrante de facção foi esquartejado por comparsa

Maycol Douglas/ BNews
Polícia Civil cumpriu mandados de prisão no âmbito da Operação Excalibur  |   Bnews - Divulgação Maycol Douglas/ BNews

Publicado em 12/06/2024, às 14h14   Bernardo Rego e Maycol Douglas



A Operação Excalibur, deflagrada nesta quarta-feira (12) na cidade de Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador, culminou na prisão de três pessoas. A operação foi encabeçada pelo Departamento de Polícia Metropolitana (Depom). 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

Os alvos da operação têm envolvimento comprovado em crimes praticados na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Um investigado, apontado como chefe do tráfico de drogas morreu em confronto com a polícia. 


O delegado Nilton Tormes, coordenador da polícia na região metropolitana, detalhou em entrevista coletiva na sede do DHPP, em Itapuã, que um indivíduo foi morto por integrantes de uma facção com requintes de crueldade. “Ele não apenas foi morto, mas foi esquartejado. Então veja o requinte de crueldade que esses indivíduos utilizam para ceifar a vida de terceiros”, afirmou. “Eles têm uma incidência de crueldade imensa nos atos deles”, acrescentou. 


Tormes disse ainda que a polícia não se furtará na atuação de pessoas que transgridem a lei e que o grupo criminoso não atua somente em Mata de São João, mas em outros municípios. “Primeiro vamos demonstrar aos indivíduos que andam às margens da lei que eles serão alcançados. Segundo, a repercussão não é exclusivamente apenas no município, já que eles atuavam em vários municípios. E eles estão vinculados a outros indivíduos oriundos da mesma facção. A gente vai continuar constantemente fazendo esse tipo de atividade, esse tipo de operação, para responsabilizar aqueles que andam descumprindo o ordenamento jurídico. Então, quem incidir em crime vai ser alcançado pela justiça”, comentou o delegado. 

Já foram apreendidos uma metralhadora, um revólver 38 e embalagens utilizadas na comercialização de drogas. Participam também da ação equipes da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core) e de unidades territoriais da RMS.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp