Polícia

O que se sabe sobre o homem que desapareceu ao pular em córrego para salvar cão

Montagem BNews

Railson, de 40 anos, chegou a salvar animal, mas desapareceu após ser arrastado por correnteza

Publicado em 09/12/2021, às 12h51    Montagem BNews    Nilson Marinho

Railson Costa continua desaparecido pelo quinto dia depois de salvar um cãozinho que era arrastado durante uma forte chuva em Salvador. Nesta quinta-feira (9), bombeiros vasculharam galerias subterrâneas na Avenida Vasco da Gama em busca do homem de 41 anos.

No domingo, dia 5, ele e o sobrinho, Jonathan Costa, resolveram pular no córrego do Rio Lucaia, na Avenida Vasco da Gama, quando avistaram o animal sendo levado pela água. O cachorro foi salvo, mas os dois não conseguiram vencer a força da correnteza.

O corpo de Jonathan Santos foi encontrado horas depois no Rio Vermelho, nas proximidades da Praça Caramuru, antigo Mercado do Peixe. Railson, não.

Em entrevista ao jornal Correio, Rosana, uma das irmãs de Railson, afirmou que há três anos ele decidiu sair da casa onde morava com os pais e, por um período, viveu em situação de rua.

Atualmente, morava com parentes na Avenida Vasco da Gama, próximo onde foi visto pela última vez antes de ser arrastado pela água. Railson já trabalhou como ambulante, mas no momento estava parado.

Já Jonathan era ambulante e vendia frutas com a ajuda dos filhos. Ele deixo 3 crianças e a esposa. "Não sei o que vai acontecer com eles. Éramos só nós dois cuidando de todos", disse a viúva Sheila Costa, também em entrevista ao Correio.

Buscas

Nesta quarta, a prefeitura de Salvador cedeu uma retroescavadeira a uma equipe dos bombeiros. Os profissionais percorreram pelo menos 700 metros em uma galeria da avenida, mas não encontraram nenhum sinal da vítima.

Ao mesmo tempo, uma outra equipe percorreu a faixa de areia das praias do Rio Vermelho, Ondina e Barra. Eles também usaram drones para verificar as áreas mais difíceis. As buscas já foram encerradas, mas serão retomadas nesta quinta-feira (9).

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre