Salvador

“A gente vai agir com máximo de rigor”, diz Neto sobre operação na Transalvador

[“A gente vai agir com máximo de rigor”, diz Neto sobre operação na Transalvador]
Por: Vagner Souza/ BNews Por: Samuel Barbosa e Bruno Luiz 0comentários

O prefeito de Salvador, ACM Neto, prometeu nesta segunda-feira (2) que a prefeitura vai agir com o “máximo de rigor” em relação às investigações feitas pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que averiguam desvios de conduta de servidores terceirizados da Transalvador. De acordo com apurações iniciais, um grupo de funcionários excluiu, de maneira irregular, cerca de 400 multas do banco de dados do órgão. 

Em entrevista à imprensa nesta manhã, Neto destacou a punição para os envolvidos será “extremamente rigorosa”, podendo culminar na demissão deles. “Desde o primeiro momento, o apoio [da prefeitura e da Transalvador] vem sendo integral. Desde o princípio, estamos trabalhando ao lado do Ministério Público para desbaratar essa rede que foi montada, rede criminosa. Interessa à prefeitura saber todas as pessoas que estão integrando essa quadrilha”, afirmou o prefeito. 

Operação
A segunda fase da Freio de Arrumação, que cumpriu dois mandados de busca e apreensão, nesta segunda-feira (2), na sede da Transalvador, nos Barris, e em um imóvel em Narandiba, foi desencadeada após uma denúncia feita na Ouvidoria do órgão de trânsito. 

Segundo informações dadas pelo MP-BA em coletiva nesta manhã, um servidor terceirizado da Transalvador suprimia infrações de trânsito do banco de dados do órgão. Ainda está sendo apurado quanto o investigado cobrava pela retirada das multas. 

As investigações começaram em setembro. Em 64 dias úteis, foram extraídos do sistema mais de 444 autos de infração, com um montante aproximado de R$ 84 mil de prejuízo aos cofres públicos. A investigação ainda tenta descobrir há quanto tempo o servidor vem agindo e se os beneficiários tinham conhecimento das irregularidades das ações. 

Notícias relacionadas:

Operação apura exclusão de multas e desvio de conduta de terceirizados da Transalvador

“A gente vem colaborando há algum tempo”, diz Fabrizzio Muller sobre operação na Transalvador

Freio de Arrumação: Denúncia feita através da ouvidoria da Transalvador culminou na operação desta segunda

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas