Polícia

Secretário de defesa social é indiciado após morder seio de servidora; saiba detalhes

Reprodução/Redes Sociais
Secretário de defesa social foi denunciado à polícia por importunação sexual  |   Bnews - Divulgação Reprodução/Redes Sociais

Publicado em 08/07/2024, às 08h01   Cadastrado por Marco Dias



William Soares Santos, de 62 anos, secretário de Defesa Social de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) por importunação sexual, incluindo uma mordida no seio de uma servidora. A informação é do portal G1. 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

O secretário foi denunciado pela servidora, de 40, que era subordinada a ele. De acordo com o depoimento da mulher à polícia, o secretário disse, no ambiente de trabalho, palavras de “conotação sexual” e, em seguida, mordeu o seio dela. 

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) disse que o inquérito tramita em segredo de Justiça. Há pelo menos cinco denúncias registradas contra o secretário na polícia. 

Além dessas condutas caracterizadoras de assédio moral, o Secretário William também assediava sexualmente a declarante e outras servidoras; que em diversas ocasiões ele dizia que queria 'mamar no peito' da declarante e que queria 'leitinho quentinho'", apontou o relatório do MPMG com o depoimento da vítima.

Procurada pela reportagem do G1, a Prefeitura de Vespasiano afirmou que “determinou a abertura de um novo processo administrativo para a apuração” do caso. Até o momento de publicação desta reportagem, o secretário não se pronunciou sobre o assunto. 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp