Polícia

"Você tem que ficar comigo até o fim" era parte das ameaças ouvidas pela mulher mantida em cárcere

Divulgação PC RJ

O homem, preso na quinta-feira (28), mantinha a mulher e os jovens acorrentados e amarrados, passando fome

Publicado em 29/07/2022, às 19h24    Divulgação PC RJ    Redação BNews

A mulher que foi mantida em cárcere privado por 17 anos em Guaratiba com os filhos contou em depoimento à Polícia Civil que tentou se separar do marido várias vezes. No entanto, relatou que ouviu ameaças do marido, Luiz Antonio Santos Silva, preso pelo crime na quinta-feira (28):

"Você tem que ficar comigo até o fim, se você for embora só sai daqui morta", era uma das ameaças ouvidas pela mulher que foi mantida em cárcere privado por 17 anos, junto com os filhos de 19 e 22 anos, quando tentava se separar do marido, identificado como Luiz Antônio Santos Silva.

O homem, preso na quinta-feira (28), mantinha os jovens acorrentados e amarrados. Segundo a mãe, eles nunca frequentaram a escola e tanto ela quanto os filhos eram agredidos física e psicologicamente. Eles ficavam até três dias sem comer.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre