Política

Prefeitos do PSB que apoiaram Rui Costa perderam comando do partido

Imagem Prefeitos do PSB que apoiaram Rui Costa perderam comando do partido

Prefeitos que disputarão reeleição em 2016 devem procurar outro partido para ter legenda garantida

Publicado em 13/11/2014, às 09h02        David Mendes (Twitter: @__davidmendes)


"Infieis" não devem contar com legenda caso queiram disputar eleição em 2016


A Executiva Estadual do PSB na Bahia destitui de todas as comissões provisórias do partido nos municípios do interior baiano prefeitos e lideranças partidárias que não apoiaram as candidaturas de Marina Silva, Lídice da Mata e Eliana Calmon. 
Em nota, o PSB informou que uma comissão organizadora composta por membros da legenda será responsável em reorganizar a sigla no estado.
“Foi analisada a extrema dificuldade que a legenda enfrentou este ano, uma vez que ousou em tentar criar uma terceira via no processo eleitoral oferecendo uma alternativa ao eleitorado. (...) Dentro do próprio partido, a adesão à proposta foi pequena”, afirmou o PSB, em nota publicada em seu site.
Em 2012, o PSB elegeu 30 prefeitos baianos. Dentre as lideranças interioranas que perderam o comando do partido estão a presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria; a prefeita de Itajuípe, Gilka Badaró; e o prefeito de Abaíra, João Hipólito.

Com livre trânsito no governo, Maria Quitéria deve se filiar ao PT
De acordo com Domingos Leonnelli, que integrará o grupo reorganizador e que durante o período eleitoral fez severas críticas aos gestores municipais pessebistas que subiram no palanque petista na Bahia, “haverá um exame para verificar cada caso”.
Além da falta de alinhamento com o PSB, o caminho natural dos partidários que pretendem  disputar as eleições em 2016 será correr atrás de um novo partido para se abrigar e garantir legenda para disputar o pleito municipal.

Veja a lista de prefeitos do PSB na Bahia. Alguns gestores garantiram palanques para Marina, Lídice e Eliana nas eleições de outubro último e não serão punidos.
1. Abaíra – João (reeleito)
2. Amargosa – Karina Silva
3. Andaraí – Wilson Cardoso (reeleito)
4. Caém – Arnaldinho
5. Caetité – Zé Barreira (reeleito)
6. Cândido Sales – Helinho
7. Cardeal da Silva – Quitéria (reeleita)
8. Firmino Alves –  Lero Cunha
9. Igaporã – Deusdete
10. Igrapiúna – Léo
11. Itacaré – Jarbas
12. Itaetê – Lenise
13. Itajuípe – Gilka Badaró
14. Itanagra – Didi (reeleito)
15. Itanhém – Bemtevi (reeleito)
16. Itapé – Pedrão
17. Itarantim – Dr. Paulo
18. Itapitanga – Joaquim Babo
19. Ituaçu – Albercinho
20. Macaúbas – Zezinho Pereira
21. Medeiros Neto – Nílson Costa
22. Mulungu do Morro – Fredson
23. Nova Canaã – Raquel
24. Piritiba – Ivan Cedraz
25. Rio Real – Orlando do Banco
26. Saubara – Capitão Joelson
27. São Félix – Duda Macedo
28. Seabra – Rochinha (reeleito)
29. Teodoro Sampaio – Akira
30. Ubatã – Simeia de Expedito

Leia também:

Em Recife, Leonelli diz que Rui é nada inteligente ao expor prefeitos do PSB


Publicada no dia 12 de novembro de 2014, às 12h21

Classificação Indicativa: Livre