Política

Em nota ao Bocão News, ex-prefeito de Santo Estevão nega ser ficha-suja

[Em nota ao Bocão News, ex-prefeito de Santo Estevão nega ser ficha-suja]
19 de Maio de 2015 às 06:34 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
O ex-prefeito de Santo Estevão, Rogério dos Santos Costa, negou, em nota em enviada ao Bocão News, que as contas dele foram reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) quando administrava a cidade. Ainda na nota, ressaltou que a Câmara Municipal aprovou, por unanimidade, as contas. 
 
O governo estadual nomeou, na semana passada, o ex-prefeito para dirigir a Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa).
 
Leia a nota na íntegra: 
 
Em relação à matéria “Governo nomeia ex-prefeito ficha-suja para a direção da Agersa”,  publicada por este site, dando conta de supostas irregularidades na prestação de contas da sua gestão ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o ex-prefeito de Santo Estevão, Rogério dos Santos Costa, em respeito a este conceituado veículo de comunicação e seus leitores, como também ao povo santo-estevense, tem a esclarecer:
1 – A sua gestão não teve nenhuma prestação de contas reprovada pelo TCM. A matéria em questão se baseou em relatório preliminar, cujas dúvidas foram devidamente explicadas ao TCM que, no relatório final, aprovou a prestação de contas, em conformidade com o voto do relator, conselheiro Mario Negromonte, no processo 09245-13, que se encontra à disposição para consulta no site do tribunal.
2- Além da aprovação do TCM, a citada prestação de contas foi também aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal.
3 – A suposta compra de votos a que se refere a notícia, em verdade trata-se de uma acusação infundada, apresentada por seus adversários políticos e que está devidamente sendo apurada pela Justiça Eleitoral, o que está permitindo ao ex-prefeito, no fórum adequado, provar a sua inocência.
4 – Candidato a deputado estadual, Rogério Costa obteve nas últimas eleições 73% dos votos válidos em Santo Estevão, a maior votação concedida a um candidato em toda a história do município, o que afirma a aprovação da sua conduta política pelos santo-estevenses.
5 – O ex-prefeito esclarece que o seu nome jamais figurou na lista de “fichas-sujas”, até porque, se tal fato houvesse ocorrido, ele não poderia ter sido candidato nas eleições em que foi majoritariamente votado em seu município. 
 
 
Publicada no dia 18 de maio de 2015, às 14h
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar