Política

Governo Federal pode ser boicotado e estaleiro Paraguaçu não finalizar

Situação do estaleiro é discutida por empresários e políticos

Publicado em 26/05/2015, às 06h58    Paulo M. Azevedo    Cíntia Kelly (@cintiakelly_)

O governo federal poderá ter seus projetos boicotados pela bancada federal de deputados e senadores, caso o BNDES, Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal não liberem os R$ 600 milhões que já estavam empenhados para finalizar o estaleiro Enseada Paraguaçu.

A proposta do deputado federal Bebeto Galvão (PSB) já vem ganhando corpo com a adesão de colegas. Caso seja levado à frente, a presidente Dilma Rousseff, que já vem tendo dificuldades para aprovar matérias, poderá sentir ainda mais. O expediente não é raro. Vira e mexe quando precisam pressionar o governo, as bancadas de São Paulo, do Rio de Janeiro e Santa Catarina usam desse artifício.

O estaleiro já está com 82% de suas obras prontas. Com o envolvimento de um dos dirigentes da empresa Sete Brasil, Pedro Barusco, no esquema de propina envolvendo a Petrobras, os R$ 600 milhões que já estavam liberados foram sustados.

A Sete Brasil contratou o consórcio Enseada Paraguaçu para tocar as obras do estaleiro.

Matéria relacionada:

Políticos e empresários discutem situação do estaleiro Enseada Paraguaçu

Publicada no dia 25 de maio de 2015, às 15h

Classificação Indicativa: Livre