Política

Isolados, militantes recebem Dilma com gritos de apoio; Assista

Dessa vez a claque ficou isolada no Terminal da França

Publicado em 06/04/2016, às 11h34    Aparecido Silva    Aparecido Silva (Twitter: @cydosylva)

"Não vai ter golpe. Vai ter luta". Esse é o grito de guerra usado por militantes e movimentos sociais que recepcionaram a presidente Dilma Rousseff em sua chegada ao Terminal Marítimo de Salvador, onde a petista entrega um navio de grande porte à Marinha do Brasil. 
Ao contrário da maioria das agendas da presidente na Bahia, em que a militância tem lugar cativo para acompanhar o discurso da presidente, dessa vez a claque ficou isolada no Terminal da França, enquanto o local da cerimônia foi preparado dentro do navio e longe das eventuais manifestações, sejam pró ou contra governo. 
É a segunda vez que a presidente vem à Bahia nesse momento de crise política que a dirigente enfrenta em Brasília. No mês de março, Dilma esteve em Feira de Santana, onde entregou unidades habitacionais no programa Minha Casa Minha Vida.

Classificação Indicativa: Livre