Política

Operação Adsumus: presos eram ligados a Ricardo Machado

Outros dois investigados continuam foragidos, segundo o Ministério Público estadual

Publicado em 11/10/2016, às 10h44    Gilberto Junior//Bocão News    Rodrigo Daniel Silva

O promotor do Ministério Público da Bahia (MP-BA), João Paulo Shoucair, disse, na manhã desta terça-feira (11), que dois dos quatros investigados que tiveram os mandado de prisão expedidos continuam foragidos.

Os outros dois tiveram como alvos duas pessoas ligadas ao prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), mas os nomes não foram revelados. As prisões ocorreram nos bairros de Stella Mares e Piatã, em Salvador.

De acordo com o promotor, a terceira fase da operação chegou a 45 municípios baianos, dentre eles, Feira de Santana, Muritiba, Lauro de Freitas e Santo Amaro.

Segundo Shoucair, apenas dois dos quatros mandados de condução coercitiva foram cumpridos. Todos os mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Matérias relacionadas:
MP-BA deflagra segunda fase da Adsumus em Salvador, Lauro e Camaçari
Operação Adsumus: prefeitura de Santo Amaro e empresários são alvos do MP
Adsumus: empresários usam "laranjas" que recebem Bolsa Família
Vice-prefeito de Santo Amaro é preso na Operação Adsumus
Adsumus: cartel atuava em até 80 municípios baianos
Operação Adsumus: empresas montaram cartel e movimentaram quase R$ 2 bi

Classificação Indicativa: Livre