Política

Alegando interferência do governo, oposição trava reuniões de comissões na AL-BA

Além disso, parte da base aliada estaria indisposta para votar o projeto que altera o prazo para apresentação de atestado médico

Publicado em 23/05/2017, às 11h30    Vagner Souza/BNews    Guilherme Reis e Luiz Fernando Lima

As reuniões de várias comissões na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) foram obstruídas na manhã desta terça-feira (23) pelo bloco da oposição. Conforme apurado pelo BNews, o principal argumento é o não pagamento de emendas parlamentares, mas, segundo o deputado Luciano Ribeiro (DEM), o motivo é maior.

“Foi uma obstrução por conta da interferência do governo no funcionamento da Casa. O governo interferiu na última CPI, alterou um bloco parlamentar. A gente pede informações e eles não mandam, tem a questão do número de estradas que eles não informam... Estamos lutando para que a Casa tenha autonomia e respeito ao governo. É um conjunto de coisas”, declarou em conversa com o BNews.

Além disso, foi apurado que parte da base aliada continua indisposta para votar o projeto de lei 22.189/17, que altera o prazo para apresentação de atestado médico. Os governistas acreditam que se trata de uma transferência de responsabilidade, já que a matéria, de natureza administrativa, poderia ser resolvida através de um decreto ou outra medida do Executivo.  

Com o intuito de resolver o impasse e realizar a votação, a Secretaria de Relações Institucionais (Serin) se reúne nesta manhã com o líder do governo, deputado Zé Neto (PT).

Classificação Indicativa: Livre