Política

Neto nega irregularidade em contratação de Hollyfield: vai ajudar muito a gestão

Prefeito contradiz informações do Diário Oficial sobre nomeação do esportista

Publicado em 17/07/2017, às 19h14    Reprodução    Juliana Nobre

O prefeito ACM Neto (DEM) negou conter irregularidades na contratação do ex-pugilista Reginaldo da Silva Andrade, mais conhecido como Reginaldo Hollyfield, para o cargo de gestor de projetos Grau 54, da subchefia do seu gabinete, com exigência de nível superior. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da última terça-feira (11).

O ex-atleta, que tem até o Ensino Fundamental, vai receber R$ 3,1 mil por mês. No entanto, o prefeito afirmou que o esportista não receberá este salário e o cargo não exige nível superior. “Não é verdade que o cargo requer nível superior. O cargo é ligado diretamente a meu gabinete. Na secretaria de Geraldo Junior [Emprego, Esporte e Lazer] não havia cargos livres. Ele já está trabalhando. Foi nomeado para ganhar R$ 2.500 por mês”, declarou durante entrevista com o apresentador Zé Eduardo na Rádio Itapoan FM, na noite desta segunda-feira (17).

O prefeito defendeu a nomeação do esportista, já que o atleta “inspira histórias”. “Ele é uma pessoa que vai ajudar muito a gestão municipal. Classifico como preconceito. O que importa é que ele vai trabalhar e eu exijo resultado. Lamento que existam pessoas que não compreendam que ele inspira os mais jovens; recentemente até quase morreu queimado para salvar uma vida”, ressaltou.

Mas, de acordo com o plano de cargos e carreiras da prefeitura de Salvador, o grau 54 corresponde a “atividades de assessoramento a Secretário Municipal, ou a autoridade equivalente; direção de junta de julgamento e procuradoria especializada; chefia de representação fiscal e de núcleo; vice-presidência do Conselho Municipal de Tributos; assessoramento ao cerimonial e de comunicação; de Controle de Empresas Municipais; assessoria do Órgão Central de Gestão; coordenação regional e distrital; coordenação; gestão de projetos e de processos; subcoordenação, ouvidoria, assistência ao Controlador; gestão de núcleo e de fundo, com exigência de escolaridade de nível superior.

A nomeação no DOM revela as informações. A reportagem ainda verificou que não houve retificação do cargo e salário.

Matérias relacionadas:

Reginaldo Hollyfield é nomeado como gestor de projetos no gabinete de ACM Neto

Prefeitura ignora escolaridade de Hollyfield e concede cargo de nível superior

Classificação Indicativa: Livre