Política

Otto Alencar evita colisão com governador

Imagem Otto Alencar evita colisão com governador

Vice-governador apoia candidato de Wagner em Salvador

Publicado em 03/10/2011, às 09h11        Alessandro Isabel

Assim como o governador Jaques Wagner (PT), o vice-governado do estado, Otto Alencar, também é a favor do horário de verão na Bahia. A declaração foi feita durante entrevista na manhã desta segunda-feira (3), ao apresentador Zé Eduardo, na Rádio Sociedade. Segundo Otto, ele sempre foi a favor da mudança. “Não gosto dessa divisão do país, porque isso só faz atrapalhar.”, disse. O horário de verão tem início nas regiões sul, sudeste e centro-oeste no próximo dia 16 de outubro, e Jaques Wagner afirmou no Programa Balanço Geral que o estado também vai ajustar o relógio de acordo com Brasília.


Sobre os números da violência na capital e Região Metropolitana (RMS), que tem assustado moradores, principalmente da capital, Otto disse confiar no trabalho desenvolvido pelo secretário de Segurança Pública, Mauricio Barbosa. “A polícia da Bahia é exemplo para o Brasil. O Governador está realizando investimentos na capital e no interior. Prova disso são as contratações de policiais civis e militares e as implantações das bases comunitárias. O problema da violência é coisa do Brasil e do mundo”, afirmou.


Sobre a sucessão municipal em Salvador o vice-governador, que encabeçou a criação do PSD no estado, preferiu não entrar em rota de colisão com o governador e afirmou que o novo partido vai entrar em campo nas eleições de 2012, mas não vai disputar vaga para a prefeitura soteropolitana. “Vamos apoiar o candidato do governador”.


Durante a entrevista Otto, que foi por mais de dez anos médico do Esporte Clube Vitória, falou sobre a atual situação do clube. “O Vitória é um clube de tradição e de torcida, e tem melhorado bastante nos últimos jogos”. Sobre o presidente, Alexi Portela Júnior, que tem sido alvo de críticas por parte de torcedores que pedem a saída, Otto depositou confiança e apoio ao trabalho do gestor. “Não acho que Alexi deva sair do Vitória. Ele moralizou o clube, sanou todas as dívidas. Eu só acho que temos que saber aproveitar a prata da casa. Só pode jogar com 17 anos no Santos e no São Paulo? No Vitória não pode” desabafou.

Classificação Indicativa: Livre