Política

Godinho reitera convite do PMDB a Alcindo da Anunciação

Imagem Godinho reitera convite do PMDB a Alcindo da Anunciação

Presidente da Câmara também teria confirmado candidatura de Mário Kertész pelo PMDB

Publicado em 04/10/2011, às 12h59        Rafael Albuquerque




O presidente da Câmara municipal de Salvador, Pedro Godinho (PMDB), reiterou o convite feito pelo PMDB para que o vereador Alcindo da Anunciação (PSL) passe a integrar o partido. “Pedro Godinho acabou de me ligar ratificando o convite feito pelo PMDB. É interessante porque foi no PMDB que comecei minha trajetória política”. Godinho também teria confirmado a candidatura de Mário Kertész a prefeito pelo PMDB para empolgar a filiação do vereador: “venha pro PMDB. Mário Kertész é candidato. Tá confirmado”, teria afirmado Godinho a Alcindo.


Visando ainda a escolha de partido, Alcindo negou acerto com o PT: “Não. Não tem nada confirmado. O PT é um dos partidos que está na minha relação para eu avaliar. Mas tenho encontro com o PTN, onde tenho vários vereadores amigos. Tenho o PV, que meu filho faz parte. Então, até o final desta tarde eu vou decidi”. O vereador confirmou que sua maior dificuldade para negociar com outros partidos é o fato de não abrir mão de apoiar a candidatura de Marcos Medrado (PDT), seu padrinho político e genro, caso realmente se candidate a prefeito de Salvador. “O partido que me acolher tem que saber que meu candidato é Marcos Medrado.


Alcindo até fez uma análise sobre a retirada da candidatura de Medrado: “Iria para o PT até por causa da ligação de Marcos com o governo. O problema do PT é que eles têm candidato próprio a prefeito. Lupi é ministro e não tem mandato. Ele não vai querer se indispor e arriscar perder o cargo. Wagner poderia intervir com Dilma. Lupi não teria a postura de querer candidato em Salvador e se arriscar, disse.


Alcindo aproveitou a oportunidade para afirmar ao Bocão News que não queria sair do partido e explicou o motivo: “Estou desfilado. Não tô trocando partido porque eu quero. O partido é que não tem interesse em mim, pois o presidente Antônio Olívio é candidato e vereador e ele acha que eu prejudicaria a candidatura dele”. Ao finalizar, deixou em aberto: “Hoje to entre o PMDB e o PT”.

Classificação Indicativa: Livre