Política

Caetano diz que vai recorrer contra a decisão do TSE para reverter indeferimento de candidatura

Roberto Viana/Arquivo/BNews

O ex-prefeito de Camaçari foi condenado por improbidade administrativa pela 1º Vara da Fazenda Pública de Camaçari em 2014

Publicado em 28/11/2018, às 08h13    Roberto Viana/Arquivo/BNews    Fernanda Chagas

Após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidir, nesta terça-feira (27), por 7 votos a zero, indeferir o registro de candidatura do deputado federal Luiz Caetano (PT), o petista afirmou ao BNews, através de sua assessoria de imprensa, que vai recorrer contra a decisão do TSE para reverter o indeferimento de candidatura.  

Caetano obteve 124.647 votos. A candidatura dele foi viabilizada a partir de decisão favorável do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) no dia 2 de outubro, mas o Ministério Público Eleitoral (MPE) e o partido Democratas recorreram ao TSE.

Com a decisão, quem deve assumir a vaga de deputado é o suplente Charles Fernandes (PSD), ex-prefeito de Guanambi. 

O ex-prefeito de Camaçari foi condenado por improbidade administrativa pela 1º Vara da Fazenda Pública de Camaçari em 2014 por irregularidades na contratação da Fundação Amiga (Fhunami) quando era gestor do município.  

Dois anos depois, em decisão unâmime, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) manteve a condenação da primeira instância.

Classificação Indicativa: Livre