Política

Alice Portugal constrange Varela durante entrevista

Imagem Alice Portugal constrange Varela durante entrevista

E manda recado para ACM Neto sobre denúncias contra Orlando: "Cadê as provas e a gravação"?

Publicado em 24/10/2011, às 10h09        Caroline Gois



Em mais uma rodada de entrevistas que o programa Balanço Geral vem fazendo com os pré-candidatos à prefeitura de Salvador, sob o comando do apresentador Raimundo Varela, participou, nesta segunda-feira (24), a deputada federal Alice Portugal, do PCdoB.

A candidata já começou o discurso deixando Raimundo Varela
numa verdadeira saia justa. "Eu não estava com o ministro dos Esportes na sexta (21) e recebi a ligação da sua produção na quarta (19). Sexta tive um problema pessoal para resolver", alfineta a deputada, sobre críticas que Varela lançou sobre ela, na última quinta (21), ao vivo, ao dizer que Alice não aceitou ir ao programa por estar fugindo do assunto Orlando Silva  - que também é do PCdoB. E faz a ressalva: "Nunca fugi de entrevistas e não teria motivos para fugir dessa bancada aqui".
Varela, visivelmente constragido, deu margem para Alice falar e defender o ministro. "O PCdoB é um partido que tem 90 anos sem nenhuma história de corrupção. Cadê as provas contra Orlando? Cadê? Pode continuar admirando ele, porque ele é um baiano forte e não foi à garagem alguma receber dinheiro", alfineta novamente.
A deputada fez questão de ressaltar sua trajetória - como presidente do sindicato dos servidores da Ufba por 15 anos, instituição onde também estudou farmácia. E acrescentou: "Esta cidade tem jeito e tem cura. Atesto isso como farmacêutica", brinca.
Questionada sobre o que acha da gestão de João Henrique, ela ameniza: "Nã podemos colocar uma coroa de espinhos. A cidade tem sim muitos problemas crônicos". Ela disse que como prefeita quer combater aquilo que considera inadmissível na capital baiana. "Não suporto mais estes engarrafamentos monumentais e a cidade dissolvendo quando chove", completa.
Antes de encerrar a entrevista, ela aproveitou para reforçar o constragimento: "Quero aproveitar para agradecer à recepção que o diretor executivo da emissora Record Bahia, Paulo Droppa, me concedeu, bem como ao bispo Márcio Marinho. E volto a dizer: não estava viajando com o Orlando e garanto que ele não foi à garagem alguma".
Em seguida, Alice Portugal se dirigiu ao programa do Bocão, de Zé Eduardo, na Rádio Sociedade. Lá, além de pontuar novamente as qualidades de Orlando Silva
ela fez questão de deixar um recado: "Vou encontrar com ACM Neto e perguntar: Cadê as provas? Cadê a gravação"?
Ela disse não aceitar ou permitir que acusações sejam feitas em vão e é a favor que haja total apuração sobre o caso dos Esportes.
Sobre Salvador, para Zé Eduardo ela afirmou que considera um absurdo o estado em que se encontram as Obras Sociais Irmãs Dulce e o Martagão Gesteira. "Não acredito não haver repasses a estas intituições por parte da prefeitura. Quem mais sofre com isso são as crianças e os idosos", completa.
E, para manter a postura de todo político em bacanda, ela pleteia: "Minha candidatura é pra valer. Não sei se vou ganhar, mas farei uma eleição com obridade", registra a deputada.

Foto: Roberto Viana // Bocão News

Classificação Indicativa: Livre