Política

Deputada federal diz que "polarização" em Salvador gera efeito positivo: "Cidade fica mais bonita"

Roberto Viana/ BNews

Adriana Ventura, do Novo de São Paulo, diz que na capital baiana a dicotomia prefeitura-governo é benéfica

Publicado em 07/12/2019, às 17h16    Roberto Viana/ BNews    Luiz Felipe Fernandez

Em Salvador para encontro municipal do partido Novo neste sábado (4), a deputada federal por São Paulo, Adriana Ventura, acredita que a "polarização" na Bahia e em Salvador tem um impacto positivo, diferente do que acontece em Brasília. Para ela, a rivalidade entre Prefeitura e Governo traz benefícios.

"Eu que sou de São Paulo e estou sempre aqui na Bahia, essa polarização para Salvador especificamente, é uma coisa muito interessante, porque a cidade fica mais bonita. Um faz uma coisa, o outro vai lá e faz também", analisa.

Em papo com o BNews, Ventura conta que espera que o exemplo em Salvador seja seguido por todo o país: "Percebi essa transformação de Salvador, o que espero é que essa polarização em Brasília realmente faça com que o país cresça, porque hoje ainda não teve espaço para o crescimento acontecer", completou.

Segundo a deputada, o Partido Novo se diferencia dos demais por não se definir como de "esquerda" ou de "direita", mas tem um posicionamento liberal que permite aceitar as mais diferentes "facetas".

Uma das poucas mulheres eleitas pela sigla em 2018, a deputada federal quer incentivar a participação feminina na política. Para ela, o "ambiente machista" afasta muitas que buscam se inserir: "Não dão espaço para elas".

Ventura também denuncia a disparidade dentro da Câmara Federal, que tem apenas 15% das cadeiras ocupadas por mulheres, e quer que cada vez mais elas encontrem o seu lugar dentro do Novo.

"Eu mesmo viajo pelo Brasil incentivando as mulheres, que tem pouca participação política. Lá na Câmara Federal ,15% somente são mulheres. De 513 deputados temos somente 77 mulheres, e o objetivo é falar 'olha, nunca pensei em entrar pra política, mas venha que nós podemos realmente equilibrar isso [...] No Novo você chega, quer participar e participa", destaca.

Classificação Indicativa: Livre