Política

Justiça nega recurso do YouTube e mantém canal bolsonarista ativado

Reprodução/Alessandro Dantas/PT Senado

No início do mês dois canais do Terça Livre na plataforma haviam sido excluídos por violações reiteradas dos termos de serviço do site

Publicado em 20/02/2021, às 16h39    Reprodução/Alessandro Dantas/PT Senado    Redação BNews

O desembargador Mathias Coltro, da 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, negou um recurso da plataforma de vídeos YouTube, que pedia autorização para manter fora do ar o canal do blog bolsonarista Terça Livre na plataforma.

De acordo com informações do colunista Guilherme Amado, da revista Época, o desembargador reafirmou na última sexta-feira (19) sua decisão da semana anterior que determinou que o YouTube reativasse o canal do blogueiro Allan dos Santos.

Na nova decisão, Coltro também aumentou a multa diária de R$ 5 mil para R$ 10 mil, em caso de descumprimento da ordem judicial. Procurado pela publicação, o YouTube afirmou que não comentaria a decisão.

No início do mês dois canais do Terça Livre na plataforma haviam sido excluídos por violações reiteradas dos termos de serviço do site. Santos é investigado nos inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura a disseminação de boatos e organização de atos antidemocráticos.

Classificação Indicativa: Livre