Política

Coronel acredita que "CPI da Covid" também deve ser suspensa, assim como CPMI das Fake News

Divulgação

Publicado em 12/04/2021, às 17h15    Divulgação    Redação BNews

Presidente da CPMI das Fake News, o senador baiano Angelo Coronel (PSD) acredita que a "CPI da Covid" deve ter o mesmo destino que a comissão que presidede, ser suspensa.

“Investigação e oitivas remotas não seriam o ideal. Acho prudente aguardar mais um pouco para ver se a pandemia se dissipa para podermos voltar a trabalhar presencialmente”, disse Coronel, em entrevista à Coluna do Estadão.

O senador pretende conversar com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), nesta semana para tratar da CPMI das Fake News. Apesar de dizer não haver pressão pela volta do colegiado, ele quer ter certeza sobre os trâmites que podem envolver a comissão.

Os prazos de funcionamento da CPMI das Fake News foram suspensos em abril pelo ex-presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), por causa da paralisação dos trabalhos presenciais. Desde então, parlamentares dão como "enterrada" a comissão.

Coronel não assinou o requerimento para instalação da CPI da Covid. Em entrevista ao BNews em fevereiro, o senador baiano disse que não via sentido na instalação da comissão, já que não está ocorrendo sessões presenciais.

Matéria Relacionada

Coronel condena tentativa de "intimidação" de Bolsonaro, mas critica Kajuru por vazamento: "Absurdo"

Classificação Indicativa: Livre