Política

Bolsonaro relembra facada e agradece orações em nota: "Mais um desafio"

[Bolsonaro relembra facada e agradece orações em nota: "Mais um desafio"]
14 de Julho de 2021 às 16:13 Por: Divulgação Por: Henrique Brinco

A conta do presidente Jair Bolsonaro divulgou uma nota no Twitter, na tarde desta quarta-fera (14), em que pede orações e relembra a facada que levou durante a campanha de 2018. No Instagram, ele também divulgou uma foto em que aparece no quarto do Hospital das Forças Armadas, em Brasília (veja acima). O chefe do Executivo está sedado e será transferido para São Paulo para avaliar a possibiliade de uma cirurgia de emergência após uma obstrução intestinal.

"Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil. Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia. Por Deus foi nos dada uma nova oportunidade. Uma oportunidade para enfim colocarmos o Brasil no caminho da prosperidade. E mesmo com todas as adversidades, inclusive uma pandemia que levou muito de nossos irmãos no Brasil e no mundo, continuamos seguindo por este caminho", postou.

"Agradeço a todos pelo apoio e pelas orações. É isso que nos motiva a seguir em frente e enfrentar tudo que for preciso para tirar o país de vez das garras da corrupção, da inversão de valores, do crime organizado, e para garantir e proteger a liberdade do nosso povo. Peço a cada um que está lendo essa mensagem que jamais desista das nossas cores, dos nossos valores! Temos riquezas e um povo maravilhoso que nenhum país no mundo tem. Com honestidade, com honra e com Deus no coração é possível mudar a realidade do nosso Brasil. Assim seguirei! Que Deus nos abençoe e continue ilumando a nossa nação. Um forte abraço! Brasil acima de tudo; Deus acima de todos!", encerrou.

Transferência
O presidente Jair Bolsonaro será transferido para São Paulo para que os médicos avaliem a necessidade de uma cirurgia de emergência. A informação foi confirmada em nota oficial a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, da tarde desta quarta-feira (14). O presidente está sedado.

"Após exames realizados no HFA, em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência", diz a nota do Ministério das Comunicações.

O presidente deu entrada ainda de madrugada no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, após sentir dores abdominais na madrugada. Por causa da facada de 2018, o presidente da República realizou quatro cirurgias em São Paulo.

Leia também:
Sedado, Bolsonaro será transferido para avaliar cirurgia de emergência
 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar