Política

‘Minha candidatura só será concretizada se ele assinar embaixo', diz Sturaro em evento com João Roma

Vagner Souza/ BNews

Na avaliação de Sturaro, o ministro é uma terceira via para o governo do estado

Publicado em 06/08/2021, às 16h46    Vagner Souza/ BNews    Henrique Brinco e Márcia Guimarães

O coronel da reserva da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), Humberto Sturaro, disse ao BNews que só será candidato a deputado federal em 2022 se o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), “assinar embaixo”. Nesta sexta-feira (6), os dois estiveram juntos no bairro do Stiep, em Salvador, em um evento promovido pelo ex-chefe de gabinete de ACM Neto (DEM).

Na avaliação de Sturaro, o ministro é uma terceira via para o Governo do Estado, além de ser uma “pessoa humilde, dedicada, comprometida e que quer fazer o bem, por isso que nós estamos sempre alinhados, um do lado do outro”.  

O Coronel aproveitou o encontro e presenteou o republicano com uma mini viatura da corporação. Para o militar, Roma sempre abraçou as causas dos PMs, além de representar a direita brasileira e o presidente Jair Bolsonaro. 

“O ministro representa o nosso governo, do presidente, que reconhece e valoriza cada vez mais o trabalho feito pelos policiais militares do Brasil. Este é apenas um mimo para ele e para o presidente para que sempre levem a nossa PM da Bahia nos seus corações”, acrescentou Sturaro. 

Matérias relacionadas:

Cotado para 2022, João Roma vira anfitrião de evento com 70 prefeitos em Salvador

Sturaro decide se lançar como candidato a deputado federal em 2022

Sturaro diz que 'Roma sendo terceira via' ao governo da Bahia abre possibilidade para ele ser candidato

Classificação Indicativa: Livre