Política

Sérgio Reis está "deprimido" após ser criticado por caminhoneiros, segundo esposa

Reprodução/TV

"Ele está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado", diz esposa

Publicado em 16/08/2021, às 15h29    Reprodução/TV    Redação BNews

O cantor e ex-deputado Sérgio Reis estaria "deprimido" e "passando mal" após a repercussão negativa do vídeo publicado nas redes sociais em que convocou uma greve de caminhoneiros. A informação é da colunista Mônica Bergamo. Segundo a esposa dele, Angela Bavini, o sertanejo foi "mal interpretado" e está "muito triste". 

"Ele está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Ele quer apenas ajudar a população. […] Ele é querido e amado pelo Brasil inteiro, de direita, de esquerda. […] Está magoado demais. […] A diabetes dele subiu que é uma barbaridade [por causa do estresse]", declarou a mulher.

Na manhã desta segunda-feira (16), em entrevista à rádio Jovem Pan, o próprio Sérgio Reis negou que seja líder da categoria e que esteja organizando a suposta paralisação marcada para o dia 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil.

"Eu sou uma pessoa que tem conhecimento profundo sobre o que acontece no país referente aos caminhoneiros, como eles são muito ligados e todos eles ouvem os meus programas, me falaram: ‘Sergio, dá uma força’. E eu falei: ‘Tudo bem, vamos lá’. Não sou eu o líder", declarou.

Segundo o site O Antagonista, lideranças dos caminhoneiros desmentiram o cantor. "A gente desconhece as pessoas que estão ao lado dele", afirmou Plinio Dias, presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas. 

Wallace Landim Chorão, presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores, também se manifestou. "Não nos envolvemos com política, nem a favor de governo ou contra governo, nem a favor do STF ou contra o STF."

Leia também:

Sérgio Reis organiza manifestação com caminhoneiros a favor de Bolsonaro

Classificação Indicativa: Livre