Política

CPI da Covid: Diretor da Prevent Senior acusa ex-médicos de manipular dados

Pedro França/Agência Senado

Publicado em 22/09/2021, às 12h27    Pedro França/Agência Senado    Redação BNews

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid nesta quarta-feira (22), o diretor da operadora de saúde, Prevent Sênior, Pedro Benedido Batista Júnior acusou ex-médicos da empresa de manipularem dados de pacientes. Segundo o depoente, George Joppert Netto e André Fernandes Joppert, desligados da empresa em julho de 2020, alteraram mensagens e planilhas de acompanhamento.

Segundo Batista Júnior, o relatório elaborado pela CPI se baseia somente em matérias veiculadas na imprensa e na "demanda parlamentar". Ele disse ainda que uma análise de provas pela Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) comprovou a inexistência de infração por parte da Prevent.

O diretor negou que o plano tenha corroborado com a testagem em massa de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid-19, que aconteceu com a distribuição do "kit covid", mas sim que foi feito um "estudo observacional", e todos os pacientes assinaram o termo se responsabilizando. 

Segundo o gestor, nenhum médico foi "incitado" a receitar hidroxicloroquina ou outro medicamento, mas que todos tiveram autonomia de decidir pelo tratamento junto ao paciente.

Classificação Indicativa: Livre