Política

Geraldo Júnior diz vai "lutar até o fim" pelo apoio do MDB a ACM Neto

Vagner Souza/ Bnews

Declaração foi dada nesta terça-feira (19)

Publicado em 19/10/2021, às 09h13    Vagner Souza/ Bnews    João Brandão e Nilson Marinho

O senador Jaques Wagner (PT) já deixou claro nesta semana que o MDB e PT baianos mantêm diálogo desde a eleição de 2018. Assumiu inclusive que tem interesse de que a legenda - que hoje integra o grupo de oposição - se junte à base petista para 2022.

Questionado nesta terça-feira (19) sobre esse possível apoio, o presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior, do MDB, diz que vai “lutar até o fim” para que a sigla continue na base do pré-candidato ao Palácio de Ondina, ACM Neto. 

“Todos os partidos estão conversando. Há uma indefinição no cenário político nacional. Eu tenho falado, reiterada vezes, que o cenário nacional tem reflexo direto no cenário estadual, e não seria diferente nas capitais. Tenho lutado muito, sou um homem de partido, a executiva nacional do meu partido, através do presidente Baleia Rossi, e estadual, por meio de Alex Futuca, tem estabelecido conversas com os diversos ‘players’"

"Sou um homem de meta, extremamente focado, e vou lutar até o fim pela minha vontade, pelo o que eu acredito que seja o melhor para a Bahia. Vou lutar para que o partido fique ao lado de ACM Neto”, completou Geraldo, durante evento da prefeitura de Salvador para entrega de residenciais no CIA-Aeroporto.

Matérias relacionadas:

Após o PT demonstrar interesse no MDB, Bruno Reis diz que vai trabalhar para manter apoio da sigla

Vilas Boas diz que aceitaria voltar a comandar Sesab caso PT vença eleição para Governo do Estado em 2022

Bruno Reis diz que União Brasil ainda não definiu se terá candidato à presidência em 2022

Classificação Indicativa: Livre