Política

Itabuna: Vane reduz seu salário, do vice e de secretários

Valor total a pagar de salários atrasado de servidores passa de R$ 11 milhões

Publicado em 27/01/2013, às 17h22        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

O prefeito da cidade de Itabuna, Claudevane Leite (PRB), decidiu reduzir seu salário. Vane realizou junto a Procuradoria Jurídica do Município uma manobra jurídica para reduzir os salários do prefeito, vice e secretários.
Em 2012, os vereadores aprovaram o reajuste do salário do prefeito, que passou de R$ 19 mil, para R$ 30 mil. Já os secretários e vice-prefeito ficaram com salários de R$ 15 mil. Com essa decisão, o salário do prefeito fica em R$ 19 mil, já o vice e os secretários ficaram com salário de R$ 13 mil.
A intenção do Vane é acalmar os ânimos dos servidores que ainda nem receberam o salário de dezembro. O militante do PRB justificou que o ex-prefeito, Capitão Azevedo (DEM), deixou diversas dívidas, inclusive a folha de pagamento do último mês.
E de acordo com informações publicadas no blog Diário Bahia, as secretarias de Planejamento e Tecnologia, de Administração e da Fazenda, em relatório preliminar apresentaram relatório das dívidas deixadas pela administração anterior.
Segundo o secretário da Fazenda, Marcos Cerqueira, sem incluir as dívidas da Emasa e do Hospital de Base, e sem os salários não pagos em dezembro, os valores passam de R$ 275 milhões, com destaque para a dívida de R$ 12 milhões com a Marquise.
O saldo negativo limita a capacidade de investimento da prefeitura, obrigando a administração a suspender contratos. Além disso, prejudica o funcionamento da máquina, pois atinge especialmente os servidores que ficaram sem remuneração de dezembro e parte do 13º de alguns setores. O valor total a pagar de salários atrasado passa de R$ 11 milhões (R$ 11.154.152,32). 

Matéria originalmente postada às 7h56

Classificação Indicativa: Livre