Política

Aposentado no INSS, Bassuma não sabe se continua na política

Gilberto Jr.

Ex-deputado hoje recebe um salário mínimo do Estado e espera por "revelação" sobre futuro

Publicado em 28/01/2013, às 09h48    Gilberto Jr.    Lucas Esteves (Twitter: @lucasesteves)

Após duas eleições fracassadas – em 2010 para o Governo pelo PV e em 2012 a vereador pelo PMDB -, o ex-deputado federal Luiz Bassuma não sabe ainda que caminho seguir na política. Como os últimos esforços eleitorais deram errado, ele declara que, oficialmente, é apenas um aposentado pelo INSS que recebe um salário mínimo do Estado. “Contribuí 35 anos com o INSS”, disse aos risos.
Bassuma argumenta que, de sua vontade própria, não seguiria a carreira política, uma vez que inicialmente trilhou este caminho não por querer, mas porque as circunstâncias da vida assim o determinaram. Da mesma maneira, ele disse aguardar que sua vida volte a lhe mostrar o caminho. Para isto, também aproveita para refletir e fazer leituras em busca de revelações que lhe mostrem que caminho deve trilhar hoje.
“Estou em uma fase de oração e meditação. Espero pelos sinais que a vida me der sobre isso, porque originalmente eu não escolhi a política. Por duas vezes eu já tentei sair dela, mas as circunstâncias me fizeram voltar. Pessoalmente eu não quero salvar a minha carreira, mas espero por uma decisão da vontade superior que reina sobre mim”, refletiu o ex-deputado e ex-vereador.
A recente trajetória partidária mereceu comentários de Bassuma, que disse não se arrepender de ter trocado o PT pelo PV e os verdes pelo PMDB de Geddel Vieira Lima. De acordo com sua reflexão, todo o processo ocorreu de forma natural e, em última análise, a melhor coisa que lhe aconteceu foi ter tido a atitude de deixar o PT. Ele deixou o partido após uma intensa polêmica relativa à defesa da condenação do aborto, à qual o partido não deu suporte, punindo-o formalmente mais tarde.
O peemedebista aproveitou a reflexão e criticou o atual estágio dos petistas no Brasil e na Bahia. “O partido está péssimo. Ele perdeu uma oportunidade histórica de ser uma mudança de paradigma político e jogou tudo no lixo. Trocou tudo para ser um partido que almeja o poder pelo poder. Era um momento muito importante para o Brasil e o PT criou uma grande expectativa popular. O que aconteceu com o partido causou uma grande frustração social. Não é à toa que este ano a abstenção nas eleições aumentou.”

Nota originalmente postada às 14h do dia 27

Classificação Indicativa: Livre