Política

Governo do Estado investe R$ 29,6 milhões em festas populares

Imagem Governo do Estado investe R$ 29,6 milhões em festas populares

Para o Carnaval de Salvador foram ao todo R$ 6 milhões para organização da festa e divulgação

Publicado em 01/02/2013, às 06h31        Terena Cardoso (Twitter: @terena_cardoso)

Diversas personalidades e políticos do cenário baiano envolvidos com o Carnaval se reuniram na manhã desta quinta-feira (31), no Hotel Fiesta, em Salvador. O governador Jaques Wagner chegou por volta das 11h ao local e foi recebido pelo secretario de Turismo, Domingos Leonelli, de Cultura, Albino Rubim e artistas.



Armandinho cumprimenta Jaques Wagner


Para o Carnaval deste ano, cerca de R$ 29,6 milhões foram investidos em atrações culturais em todo o estado, incluindo a folia de Salvador e a Micareta de Feira de Santana. Na capital baiana foram contemplados o Carnaval do Pelô, Carnaval Ouro Negro, o Carnaval Pipoca e o Palco do Rock. Coordenando a chegada de turistas no Carnaval de Salvador está o Programa Guias e Monitores, que foi reapresentado pelo secretário de Turismo na ocasião. “O projeto guias e monitores é um dos que mais valem nesse carnaval. São cerca de 300 monitores e outras dezenas de funcionários atuando com call center. Eles recebem o turista, ajudam e dão o apoio necessário. Esse é o maior receptivo turístico do Brasil. Rio de Janeiro e Recife estão começando agora”, afirma o secretário, lembrando que a equipe trabalhará também na Copa de 2014. Esse ano, a novidade é que os monitores terão à disposição 400 smartphones que têm um software para armazenar e processar informações transmitidas entre os operadores. Além disso, o programa fornece informações ao turista 24h através do telefone (71) 31033103.


Leonelli reapresenta o Programa Guias e Monitores

O governo do Estado também é o patrocinador oficial do Carnaval de Salvador e investiu em forma de patrocínio, R$ 3 milhões para a prefeitura e mais R$ 3 milhões para divulgação da festa, dentro e fora da Bahia. “Fechamos com emissoras com o SBT, ARATU e outras para exibir o nosso carnaval até meia noite no Campo Grande”, conta Leonelli.

Homenagens

Durante a coletiva algumas pessoas foram homenageadas pelo governador Jaques Wagner, que entregou a Nelson Rufino, Armandinho, Paulinho Boca de Cantor, Vovô do Illê, João Jorge do Olodum, Margareth Menezes e Carlinhos Brown um troféu com a réplica da famosa guitarra baiana.



Homenageados e outros artistas posaram para fotos


Nelson Rufino, que esse ano teve o seu nome vinculado a um trio sem cordas em homenagem aos seus 70 anos, agradeceu por ser lembrado. “Eu tinha apenas 20 anos eu consegui vivenciar do Oiapoque ao Chuí todas as movimentações de samba e onde está a grande felicidade? Nos anos que vivi e continuei compondo e tinindo. Pra minha felicidade estou vivo, recebendo essas homenagens e dedico este troféu a Batatinha e a todas as outras manifestações culturais da minha terra”, disse.

Armandinho também agradeceu a homenagem e lembrou a guitarra baiana, feita nos anos 80. “Vocês não imaginam a satisfação de receber essa homenagem. Fico muito feliz de ver o símbolo de uma guitarrinha que eu fiz nos anos 80, a guitarra baiana, nesse troféu. Essa é uma homenagem feliz, oportuna e justa. Esse instrumento é a razão de ser de tudo isso que é o carnaval”, acredita.



Margareth e Brown cantaram música de Nelson Rufino


Talvez o momento mais emocionante da coletiva tenha sido o encontro entre Carlinhos Brown e Margareth Menezes. Juntos, eles cantaram “Todo Menino é Um Rei”, de Nelson Rufino. “Agradeço ao governo do Estado por essa iniciativa de apoiar o carnaval e apoiar os artistas porque o carnaval é também um momento de nossa sobrevivência, quem trabalha no carnaval sabe o que é isso. Esse espaço é grande um eco que tem um retorno interessante pra nossa cidade. Eu agradeço muito, pra mim é uma honra estar ao lado de Brown sendo homenageada”, disse Margareth antes de se apresentar. Já Carlinhos Brown falou com exclusividade com o Bocão News, sobre alguns artistas que têm declarado nos últimos dias uma possível decadência do Carnaval. Leia mais.

Publicada no dia 31 de janeiro de 2013, às 12h55


Classificação Indicativa: Livre