Política

Alston e Renova fecham parceria de R$ 4 bilhões

Imagem Alston e Renova fecham parceria de R$ 4 bilhões

A área dos aerogeradores será próxima a do complexo inaugurado em julho do ano passado

Publicado em 02/02/2013, às 10h11        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Na próxima quinta-feira (07), a francesa Alston e Renova vão anunciar uma parceria de R$ 4 bilhões para tocar um projeto de energia eólica na Bahia. A negociação, que prevê a criação de um parque de geração de energia movida por ventos para venda direta no mercado livre, foi feita em sigilo durante meses pelo governo do estado.

A área para colocação dos aerogeradores será próxima a do complexo que a companhia brasileira inaugurou em julho do ano passado, em Caetité, chamado de Alto Sertão I. Junta à empreitada vai a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), holding que controla a Light, dona desde o ano passado de quase um terço das ações da Renova.


Mas, o governo do estado fez uma exigência à Renova: todos os equipamentos para a construção do parque têm de ser construídos na Bahia. Vencedora da concorrência de R$ 2 bilhões para fornecer a aparelhagem dos complexos no sertão baiano, a  General Eletric patinou na implantação de sua fábrica em Camaçari,  deixando o caminho aberto para que a  rival francesa ganhasse a nova licitação, tida como a maior do mundo no setor das chamadas energias limpas, das quais a eólica é a aposta do momento. Com isso, já está planejada a ampliação da unidade que a Alston inaugurou, em dezembro de 2011, na mesma Camaçari.

*Com informações do jornal Correio

Classificação Indicativa: Livre