Política

Depois de ficar preso em elevador, Geddel provoca inimigos políticos

Imagem Depois de ficar preso em elevador, Geddel provoca inimigos políticos

Incidente aconteceu no último domingo quando Eduardo Cunha foi eleito novo líder do partido na Câmara

Publicado em 04/02/2013, às 11h36        Adelia Felix (Twitter: @adelia_felix)

O cacique do PMDB baiano, Geddel Vieira Lima, passou por uma situação bastante desconfortável no último domingo (03), quando o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi eleito novo líder do partido na Câmara Federal. O ex-ministro disse que ficou preso no elevador da Casa por pelo menos 40 minutos. 

E passado o susto e após a vitória de Cunha, o peemedebista provocou os adversários políticos dele: "E hj na Câmara fiquei 40 min dentro de um elevador enguiçado Sensação terrivel.Se ñ fossmeus amigos,ia achar q foi arte dos adv de hj rs", (sic) escreveu em seu perfil no Twitter..


Cunha disputou o segundo turno com o deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) e venceu com 46 votos. Mabel recebeu 32 votos e houve duas abstenções.

Postada às 08h26 do dia 04/02.

Classificação Indicativa: Livre