Política

Demitidos da FTC protestam em frente à faculdade

Imagem Demitidos da FTC protestam em frente à faculdade

Professores cobram cumprimento de determinação da Justiça

Publicado em 13/03/2013, às 12h21        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)


Professores que foram demitidos da FTC - Faculdade de Tecnologia e Ciências – prometem uma grande manifestação nesta quarta-feira (13), em frente à sede da unidade de ensino na Avenida Luiz Viana (Paralela), em Salvador.



Segundo informações dos trabalhadores a FTC se nega pagar processos julgados pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região. “Eles não pagaram férias, FGTS, seguro desemprego, INSS dentre outros benefícios”, denuncia uma professora que prefere ter a identidade preservada.



Os docentes emitiram carta aberta à sociedade:

Carta aberta dos professores demitidos da FTC à sociedade baiana
Nós, professores, professoras e funcionários demitidos sem justa causa da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), vimos por meio desta, denunciar a continuidade da situação humilhante e indigna que estamos vivenciando devido ao não cumprimento das sentenças judiciais julgadas contra essa instituição em nosso favor pelo Tribunal Regional do Trabalho, 5ª Região. Desde 2005, estamos lutando contra a FTC na defesa dos direitos trabalhistas negados no ato das nossas demissões.

A partir das demissões ocorridas em 2010 criamos como instrumentos de luta o blog Demitidos FTC, o grupo FTC EAD no facebook e uma página na mesma rede social chamada Demitidos FTC com o objetivo de tornar público os desmandos e o desrespeito com que temos sido tratados por essa instituição, uma vez que a Justiça do Trabalho deferiu as nossas garantias trabalhistas.

Na época, reclamamos o pagamento dos meses de outubro e novembro de 2010, aviso prévio, 13º salário, pagamento das férias devidas e proporcionais, liberação e pagamento do FGTS com respectiva multa de 40%, além de revisão salarial cujas horas-aula eram calculadas equivocadamente abaixo do cálculo legalmente estabelecido. Novas demissões foram ocorrendo ao longo da nossa caminhada e mais colegas se juntaram à luta, iniciando também a mesma batalha na Justiça do Trabalho, buscando reaver o que é garantido por lei.

Em 2011, a FTC/IMES/SOMESB, entrou com um pedido de recuperação judicial que foi deferido pela Justiça Estadual, no entanto, até o presente momento não houve aprovação do plano de recuperação, nem há informação de quando vai ocorrer assembleia de credores, muito menos noticia de pagamento de nenhum credito trabalhista, apesar de ter sido nomeado administrador pela Justiça.

Neste espaço de tempo, alguns processos da Justiça do Trabalho ficaram paralisados por 06 meses, porém, este prazo já se esgotou e a FTC não tem demonstrado interesse em pagar os processos nem em fazer acordos, estando a maioria dos processos na fase de busca de penhora de bens que não são encontrados, pois já penhorados em outros processos, além de que apesar de esta recebendo vultosas quantias de alunos, misteriosamente não entra o dinheiro na conta bancária em nome da FTC/IMES/SOMESB.

Aguardamos o desfecho dessa vergonhosa situação com a FTC, pagando tudo o que deve e o que foi determina do pela justiça. Sim, nós trabalhadores estamos esperando receber o que nos é de direito e o mais breve, afinal trabalhamos nessa instituição de forma honrada e não queremos continuar prejudicados e humilhados.

Concluímos esta carta chamando atenção e pedindo apoio da sociedade baiana, em especial á categoria e alunos da FTC, para que essa instituição passe a respeitar os direitos reconhecidos pela Justiça dos ex-funcionários e também o pagamento correto aos atuais funcionários.
Exigimos o cumprimento dos nossos direitos já legalmente garantidos, o fim da dívida que a

FTC tem com os seus trabalhadores!

Trabalhadores Demitidos da FTC

Nota publicada às 08:08 do dia 13/03


Classificação Indicativa: Livre