Política

Metrô: sem acordo com Neto, Wagner vai "chorar" no colo de Dilma

Imagem Metrô: sem acordo com Neto, Wagner vai "chorar" no colo de Dilma

"Se não dá, não adianta ficar se desgastando nesse bate-boca"

Publicado em 22/03/2013, às 08h02        Redação Bocão News (twitter: @bocaonews)


O governador Jaques Wagner disse que, se a Prefeitura de Salvador insistir em não aceitar os termos propostos para a transferência do metrô para o Estado, será obrigado a comunicar o impasse à presidente Dilma Rousseff e discutir com ela o que fazer com que os recursos reservados para a mobilidade urbana da capital.

“Ela tem um estoque de R$ 1 bilhão para investir. Aí eu vou dizer: ‘vamos usar em mobilidade, em outro aspecto, pois não conseguimos bater o martelo”, declarou durante visita às instalações da Fio Cruz em Salvador.

Wagner reconhece que o transporte de Salvador é uma titularidade da prefeitura e não quer ser um “intruso”, mas ponderou: “Se não dá, não adianta ficar se desgastando nesse bate-boca. Deu, deu. Não deu, tudo bem. Eu transformo isso em avenida na, na orla, na ligação Cajazeiras-Pirajá., disse, criticando o discurso de “partilha” da cidade.

Classificação Indicativa: Livre