Política

Suzane Richthofen se casa com ex da mulher que esquartejou empresário da Yoki

Imagem Suzane Richthofen se casa com ex da mulher que esquartejou empresário da Yoki

Atual mulher de Suzane era casada com Elize Matsunaga, que matou o marido

Publicado em 28/10/2014, às 07h54        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)


Suzane Von Richthofen trocou a ala das evangélicas em Tremembé, que ocupava desde o início da pena, pela cela das detentas casadas. A ex-estudante condenada por assassinar os pais em 2002 se casou com outra presa, Sandra Regina Gomes, que cumpre pena pelo sequestro de uma empresária em São Paulo.
Sandra é ex-companheira de outra detenta famosa, Elize Matsunaga - presa pela morte e esquartejamento do marido Marcos Matsunaga em junho de 2012. A informação foi divulgada pela Folha de S. Paulo e, segundo a publicação, o relacionamento entre Sandra e Elize terminou em razão de Suzane. 
As três detentas trabalhavam na fábrica de roupas da prisão, onde Suzane ocupa cargo de chefia. Sandra e a ex-estudante estariam dormindo juntas desde o início do mês e planejavam casar em novembro.
O casamento seria um dos motivos que levou Suzane a abrir mão do semi-aberto, concedido em agosto deste ano pela Justiça. Os advogados da ex-estudante tentavam a decisão desde o fim de 2008. Suzane Von Richthofen já cumpriu cerca de 12 anos, dos 38 anos e seis meses de prisão que foi condenada. 


O casamento na penitenciária, na verdade, é a assinatura de um documento de reconhecimento afetivo. É ele que garante que as presa convivam como um casal. Ainda de acordo com a Folha, Suzane, Sandra e Elize trabalham juntas na fábrica de roupas da prisão. Lá teria começado o envolvimento entre Suzane e Sandra - na época, ainda casada com Elize. Suzane já cumpriu 12 anos da pena e, nos últimos tempos, vem tentado mudar sua imagem. Tornou-se evangélica, diz querer se reaproximar do irmão, abriu mão de saídas da prisão, e, agora, está casada.

Classificação Indicativa: Livre