Política

Ao BNews, Glauber Braga reage após votação sobre delação premiada: “Articulação para salvar Chiquinho Brazão e golpistas”

Lara Curcino / BNews
Deputado acredita que votação da urgência no projeto que põe fim à delação premiada é uma manobra  |   Bnews - Divulgação Lara Curcino / BNews


Após a Câmara dos Deputados aprovar, nesta quarta-feira (12), a urgência para o projeto de lei que acaba com a delação premiada de presos, o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ), disparou contra a medida.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

Na visão do parlamentar, a “manobra” tem o intuito de “salvar” o deputado Chiquinho Brazão (Sem partido-RJ) - acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) - e os invasores que depredaram as sedes dos Três Poderes, em Brasília, no dia 8 de Janeiro.

Em entrevista ao BNews, após a sessão plenária desta quarta-feira (12), Glauber Braga destacou que a bancada do PSOL orientou o voto contrário à urgência do projeto.

“Aqui na Câmara, o que está acontecendo agora é uma articulação de bastidores para poder salvar o Chiquinho Brazão e também para salvar os golpistas relacionados ao dia 8 de janeiro. [...] Nesse contexto, a gente não pode fazer quórum com a proposta nesse momento, já que existem questões que estão sendo tratadas debaixo do pano e não são admitidas pelos seus respectivos articuladores”, disparou o parlamentar. Confira:

Com a aprovação da urgência, agora, o texto que propõe o fim da delação premiada poderá ser analisado diretamente pelo plenário da Casa, sem necessidade de passar por comissões temáticas.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp