Política

Centrais sindicais convidam Arthur Lira para ato de 1º de Maio no Pacaembu

Arquivo / Câmara Federal

Presidente da Câmara e aliado de Bolsonaro deverá se encontrar com Lula (PT), caso compareça

Publicado em 25/04/2022, às 15h47    Arquivo / Câmara Federal    Folhapress

As centrais sindicais que organizam ato unificado do 1º de Maio em São Paulo enviaram convite para que Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara e aliado de Jair Bolsonaro (PL), participe do evento.

O ato do Dia do Trabalhador é um dos principais eventos das centrais, e desta vez é comandado por CUT, Força Sindical, UGT e CTB. A CSB, que também está no grupo das maiores centrais, decidiu não participar do ato e realizará seu próprio encontro.

No ato unificado, que será realizado na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, as centrais aguardam a presença de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), um dos fundadores da CUT.

Além de Lira, também foram convidados Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, e Luiz Fux, presidente do STF, além de representantes de movimentos e organizações como MST, UNE, OAB e CNBB.

Segundo as lideranças das centrais, a ideia de convite a Lira parte do respeito institucional ao cargo que ele ocupa e da ideia de promover um 1º de Maio amplo e democrático. Os convidados ainda não disseram se comparecerão ou não.

Devido ao histórico de falas e posturas antidemocráticas, Bolsonaro foi colocado como exceção e não foi chamado.

LEIA TAMBÉM:

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão. 

Classificação Indicativa: Livre