Política

Indicado por Bolsonaro, André Mendonça vota contra ação do ex-presidente no STF; entenda

Carlos Moura/SCO/STF
André Mendonça rejeitou a queixa-crime apresenta por Bolsonaro contra o deputado Janones  |   Bnews - Divulgação Carlos Moura/SCO/STF

Publicado em 13/06/2024, às 20h54   Redação



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça, votou para rejeitar uma queixa-crime apresentada por Jair Bolsonaro (PL) contra o deputado André Janones (Avante) por calúnia e injúria. A ação está sendo analisada no plenário virtual da Corte.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

Na decisão, Mendonça considerou que as declarações de Janones estão protegidas pela imunidade parlamentar. Já a ministra Cármen Lúcia, votou para receber parcialmente a queixa, considerando apenas o crime de injúria. 

Os magistrados Alexandre de Moraes, Flávio Dino e Edson Fachin seguiram a relatora. Além de André Mendonça, Cristiano Zanin também abriu divergência. 

O julgamento sobre o caso está marcado para ser encerrado na sexta-feira (14). A queixa-crime foi apresentada por Bolsonaro em 2023 após Janones responsabilizar o ex-presidente por mortes durante a pandemia da Covid-19 e o chamar de “ladrão de joias” e “miliciano”. 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp