Lavagem do Bonfim

Lavagem marcará despedida de ACM Neto e será 1º teste para Bruno Reis

[Lavagem marcará despedida de ACM Neto e será 1º teste para Bruno Reis]
Por: Henrique Brinco 0comentários

A Lavagem do Bonfim de 2020 será a primeira prova de fogo do pré-candidato do DEM à prefeitura de Salvador, Bruno Reis. O vice-prefeito dividirá os holofotes com o prefeito ACM Neto, seu principal cabo eleitoral. O desfile será o último do presidente nacional do DEM ainda como comandante máximo do Palácio Thomé de Souza. O evento será realizado na manhã dessa quinta-feira (16).

A concentração da caminhada religiosa acontecerá em frente à Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio. A dupla promete dar uma demonstração de força semelhante a que foi dada no lançamento da pré-candidatura de Bruno, no Hotel Fiesta. Na ocasião, houve um engarrafamento humano na porta do local.

Já o grupo petista enfrentará um grande teste de resistência: o governador Rui Costa (PT) estará ausente por recomendação médica. Ele foi submetido a uma cirurgia para retirada de nódulo na mama em São Paulo, no último dia 5 de janeiro. O grupo será comandado pelo senador Jaques Wagner. Os quatro pré-candidatos da agremiação tentarão atrair os flashes para si. Estão no páreo o deputado estadual Robinson Almeida, a socióloga Vilma Reis, a secretária estadual Fabya Reis e o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira.

O presidente do PT de Salvador, Ademário Costa, nega que a o destaque do evento ficará apenas para os carlistas. "O governador é uma figura pública, é a maior liderança da sociedade baiana. Ele precisa cuidar da sua saúde e ficar bem. Afinal, quem tem tanta representatividade pública, tanta importância política, precisa manter a saúde para continuar o trabalho incrível de transformação da Bahia que ele está realizando. Vamos com centenas de militantes ao Bonfim com Jaques Wagner. Até porque, o PT é um grande time", declarou ao BNews.

O presidente do PT estadual, Éden Valadares, também minimizou que a ausência do governador enfraquecerá o grupo. "A responsabilidade da vitória é dele, do prefeito, e do seu candidato que já sonha com isso desde o dia em que ACM Neto amarelou em enfrentar Rui Costa nas urnas. Quem tem obrigação de ganhar é ele, pois tem uma expectativa de poder limitada a Salvador. Nós do PT, e dos partidos aliados, dirigimos a coalizão que vem mudando a Bahia há 13 anos e somos alternativa real de poder no Brasil. Salvador é super importante. Mas nós vamos para essa disputa com leveza, com tranquilidade, queremos discutir a cidade, seus problemas e encontrar soluções. Assim também será no Bonfim. Vamos caminhar ao lado do povo, da militância, dialogando e ouvindo muito. Se pesquisa não ganha eleição, imagina festa popular. Deixa eles no salto alto. Nós vamos de humildade, muito trabalho e renovando a fé no Nosso Senhor do Bonfim".

ACM Neto, por sua vez, disse lamentou que questões médicas impeçam a presença de Rui no evento, mas que a ausência dele é "indiferente" para determinar o brilho ou não dos carlistas. "Primeiro que a ausência do governador é justificada em função das questões médicas. Segundo, porque, tradicionalmente, todos os principais atores políticos da Bahia estão representados na Lavagem, tem espaço pra todo mundo, todo mundo sempre, em geral, é muito bem recebido; isso não vai mudar em nada".

Bruno tem grande expectativa para o evento: "Vamos unidos reafirmar os nossos votos de fé numa das mais bonitas manifestações populares e religiosas da nossa terra, que é a tradicional Lavagem do Bonfim. Caminhando pelos oito quilômetros entre as igrejas de Nossa Senhora da Conceição da Praia e do Senhor do Bonfim, agradecerei a Deus pelas bênçãos recebidas e pedirei proteção e paz ao povo da nossa amada Salvador, cidade à qual dedico muito trabalho para fazer dela um lugar cada vez melhor e menos desigual".

O bloquinho do PDT
O PDT terá um bloquinho próprio na Lavagem. Porém, o principal pré-candidato da sigla, Leo Prates, participará apenas da cerimônia ecumênica.  "O Bonfim é a expressão maior da fé, do amor e da harmonia do povo baiano.  A expectativa é que em tempos de tanto ódio, a Bahia seja o ponto inicial para o retorno ao Brasil da tolerância e do respeito ao próximo".

Para o vereador Odiosvaldo Vigas, presidente do PDT em Salvador, a Festa do Senhor do Bonfim, é uma das maiores expressões religiosas da cidade do Salvador e da Bahia. "Eu diria que é uma celebração inter-religiosa, na qual as pessoas de diferentes matizes de religião, raças e cores manifestam suas fés iguais no cortejo entre a Igreja da Conceição da Praia e a Igreja do Bonfim, sendo a Lavagem um símbolo do sincretismo religioso da Bahia. E vejo, a cada ano, o fortalecimento da procissão e festa iniciada em 1773 e que reúne os soteropolitanos e turistas brasileiros e estrangeiros. Assim, nosso mandato, eu como presidente municipal do PDT e a Câmara Municipal de Salvador saudamos essa grande festa que amplia a união dos baianos".

Outros destaques
A pré-candidata do PCdoB, Olívia Santana, desfilará com um nome de peso da esfera nacional: Manuela D'Ávila. "Na condição de pré-candidata a prefeita de Salvador, convido vocês para caminharmos juntas e juntos até a Colina Sagrada. Estarei acompanhada da nossa querida Manuela D'ávila, diversas lideranças políticas e com a nossa valorosa militância", declarou a deputada estadual.

Bacelar, outro pré-candidato pelo Podemos, afirma que a "oposição estará presente com sua militância". "O Podemos estará presente na lavagem, inclusive com a Igreja Católica. Com certeza, será uma festa bonita e nós vamos pedir para que o senhor do Bonfim dê um pronto estabelecimento e para o governador Rui Costa", declarou o deputado federal. Lídice da Mata, pré-candidata do PSB, afirma que "os baianos de fé" estarão lá, a pé, acompanhando a imagem de Nosso Senhor do Bonfim.

O pré-candidato do Avante, Pastor Sargento Isidório, líder das pesquisas de intenção de voto apresentadas até então, não estará presente em função de uma "viagem missionária".

Foto: Divulgação/Max Haack

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas